NOROESTE CONHECE OS 19 ADVERSÁRIOS DA SERIE A3 2018

Definidos os 20 times na Série A3 de 2018
-O E.C. NOROESTE conheceu neste domingo, após confrontos de definição da Série B do Paulista, todos os seus 19 adversários na Série A3 de 2018. Serão 20 equipes de olho em apenas duas vagas de acesso à Série A2. Seis serão rebaixados.

-Além do NOROESTE, estarão os remanescentes da A3 de 2017,Marília, Atibaia, Monte Azul, Desportivo Brasil, Grêmio Osasco, Matonense, Olímpia, Portuguesa Santista, Rio Branco, São Carlos e Taboão da Serra.

-Juntam-se os rebaixados da última A2 Velo Clube, Barretos, Capivariano, Rio Preto, Mogi Mirim e União Barbarense.

-Os dois times que conquistaram o acesso na Série B para a divisão de cima são Manthiqueira e São Bernardo.
Jornal da Cidade

Leia mais...

NOROESTE VENCE O MIRASSOL POR 1 A 0


Noroeste se despede com vitória na Copa Paulista contra o Mirassol: 1 a 0

Com 15 pontos, Alvirrubro deixou de ir à próxima fase por causa do critério de desempate
 

O Noroeste se despediu com uma vitória honrosa na Copa Paulista, ao vencer por 1 a 0 o já classificado Mirassol, nesta manhã de domingo (17), no estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol. Com o resultado, o Noroeste alcançou 15 pontos, mesmo número de pontuação do quarto colocado Linense, que deixou o Norusca de fora no critério de desempate, com uma vitória a mais.

O gol noroestino foi marcado pelo zagueiro Marcelinho. Após cobrança de escanteio, aos 6 minutos do primeiro tempo, o bauruense se aproveitou de uma bobeira na marcação adversária e, com a coxa, fez o gol da vitória.

O Noroeste, jogando com força máxima, dominou o primeiro tempo e boa parte da segunda etapa. A equipe comandada pelo técnico interino Marcelo Santos quase chegou ao segundo gol em outra oportunidade clara, ainda no primeiro tempo, com o meia Leandro Oliveira chutando forte e esbarrando em boa defesa do goleiro adversário.

"Encerramos a competição da forma com que a gente se propôs ao longo da semana, com uma vitória. Agora, a diretoria vai iniciar, já nesta semana, o planejamento para o primeiro semestre de 2018", disse o treinador Marcelo Santos, por meio da assessoria de imprensa do clube.

Os jogadores devem receber férias nos próximos dias, de aproximadamente um mês. Depois, retornam aqueles que ficarão para a disputa da Série A3.

O presidente Estevan Pegoraro falou sobre os novos passos que o Noroeste irá dar daqui pra frente. "Agradecemos a todos os torcedores noroestinos e a cidade de Bauru pelo apoio que tivemos e estamos tendo em 2017. Há exatamente um ano, o nosso principal objetivo era não deixar o clube fechar as portas. E conseguimos resgatar a credibilidade. Hoje, estamos pagando todas as dívidas deixadas por administrações anteriores e o foco daqui pra frente é totalmente outro. No futebol. Vamos qualificar o elenco e fazer uma ótima pré-temporada para conquistar o acesso da Série A3 para a Série A2 em 2018. Contamos com vocês. Vem com a gente". comenta o presidente noroestino.


Jornal da Cidade 

Leia mais...

NOROESTE VENCE DE VIRADA E ALCANÇA O G4 DO PAULISTA


Com a torcida apoiando do começo ao fim, no Alfredão, o Norusca venceu de virada com gols de Rodrigo Tiuí e Igor Balotelli

Noroeste vence de virada: 2 a 1

O Noroeste espantou a má fase e os jejuns de gols e vitórias neste sábado (19), ao vencer o Penapolense por 2 a 1, de virada, no Estádio Alfredo de Castilho, em Bauru, com gols dos atacantes Rodrigo Tiuí e Igor Balotelli.

No jogo considerado de “seis pontos”, o Norusca alcançou nove pontos, inverteu de posição com o até então 4º colocado Penapolense e entrou no G4 do grupo 1 da Copa Paulista. Agora faltam quatro jogos, com 12 pontos em disputa, sendo duas partidas fora de casa (XV de Piracicaba e Mirassol) e duas no Alfredão (Ferroviária e Linense).

O Penapolense, por outro lado, acumula agora três derrotas consecutivas, tendo sofrido dez gols nestas últimas três rodadas.

O JOGO

O Noroeste começou com uma plataforma de jogo ofensivo, com três atacantes, Wellington e Rodrigo Tiuí abertos pelas pontas, invertendo os lados a cada escanteio, e o camisa 9 Romão centralizado. Mas quem foi melhor na primeira metade da etapa inicial foi o Penapolense.

O Noroeste não encaixava o passe na transição ofensiva e tomou sufoco do adversário, que abriu o placar aos 12 minutos, após cobrança de escanteio e gol de cabeça de Guilherme. O Norusca buscou o empate o tempo todo e quase fez o gol após chute de Maicon Douglas, mas o goleiro Marcio foi buscar no cantinho e espalmou para fora. Romão, de fora da área, também quase fez o gol dos bauruenses. A bola passou por cima do travessão.

Depois de muito insistir, o Alvirrubro empatou o jogo após boa jogada do lateral-esquerdo Ítalo e do meia Samuel, pela esquerda. O camisa 10 noroestino cruzou na medida para o atacante Rodrigo Tiuí empatar de cabeça, já nos acréscimos, 1 a 1.

Na volta do intervalo, o técnico Vitor Hugo colocou o meio-campista Igor Pimenta no lugar de Romão e o lateral-direito Dener no lugar de Thiago Felix. E o time entrou com outra atitude, mais ligado no jogo. E passou a caprichar mais nos passes. Do outro lado, o Penapolense ficou acuado no seu campo defensivo e arriscava-se nos contra-ataques.

Os atacantes Wellington e Tiuí se revezavam nas jogadas ofensivas, sendo municiados por Samuel, Cleber Sousa, Maicon Douglas, Igor Pimenta e os alas Dener e Ítalo. Lá atrás, os zagueiros Jean Pierre e Henrique Alemão, além do goleiro Ferreira, deram tranquilidade para a equipe se colocar à frente e buscar a virada, que veio aos 35 minutos do segundo tempo. E Igor Balotelli entrou para brilhar. O técnico Vitor Hugo mexeu na equipe novamente e colocou o atacante no lugar do lateral Ítalo, deixando o time novamente com três atacantes de extrema movimentação. E após jogada ofensiva do Noroeste, a bola sobrou dentro da área, pedindo para ser rebatida para dentro do gol, e Igor Balotelli bateu de pé direito e fez o gol da virada e da vitória, 2 a 1. O Norusca ainda teve chances de fazer o terceiro gol, mas foi só.

No final do jogo, o atacante Rodrigo Tiuí falou do resultado. “Uma vitória do grupo. Eu tive a oportunidade de fazer um dos gols, que estávamos precisando muito, mas esses três pontos são de todos que correram e se dedicaram até o fim, tanto aqueles que começaram jogando quanto os que entraram no decorrer da partida e aqueles que não jogaram, mas se dedicam exaustivamente conosco nos treinamentos”.

O atacante Igor Balotelli também comentou após a vitória. “Merecíamos essa vitória há muito tempo. E hoje ela veio. Graças a Deus tive a oportunidade de fazer o gol e agora é buscar mais três pontos na próxima rodada”.

Aliviado com a vitória na Copa Paulista, o técnico Vitor Hugo agradeceu aos jogadores. “Essa vitória vem para coroar o trabalho que todos estão fazendo. Existem chances reais de classificação, estamos no G4 e agora vamos buscar mais pontos para avançar à próxima fase”.


O próximo jogo do Noroeste é no sábado, dia 26, contra o XV de Piracicaba, às 16h, no estádio Barão da Serra Negra.

Jornal da Cidade
Foto:Bruno Freitas

Leia mais...

NOROESTE PERDE CHANCES DE GOL E FICA NO 0 A 0 COM O MIRASSOL


O Noroeste saiu de campo neste sábado (5) com mais um empate sem gols na Copa Paulista, desta vez, diante do Mirassol, no Estádio Alfredo de Castilho. O Norusca amargou a quarta partida sem fazer gols, mas fechou a última rodada do primeiro turno do grupo 1 subindo uma posição. O Alvirrubro (6º), agora com cinco pontos, ultrapassou o Velo Clube (7º), que passa a ocupar a lanterna do grupo 1.

Já o Mirassol, time trenado pelo ex-técnico noroestino Moisés Egert, comemorou o empate e subiu uma posição no G4, agora com 8 pontos e na terceira posição. O XV de Piracicaba é o novo líder, com 13 pontos. A Ferroviária agora é a vice-líder, com 12 pontos. O campeonato segue embolado e restam 18 pontos para serem disputados.

O técnico Vitor Hugo falou sobre o resultado após a partida. “Não fizemos um bom primeiro tempo. Na segunda etapa jogamos melhor, criamos várias oportunidades, mas a bola não entrou. Não faltou vontade e entrega em nenhum momento. Agora é começar esse segundo turno com vitória fora de casa. Dar continuidade ao Noroeste na segunda fase da Copa Paulista é muito importante, por isso vamos brigar para ficar entre os quatro primeiros do grupo”, avalia.

O JOGO

A partida começou truncada, com muitos passes errados para ambos os lados. Muito estudo, marcação forte no meio de campo e pouca criatividade ofensiva. O Noroeste foi dar o primeiro chute ao gol aos 18 minutos, quando o atacante Romão bateu mascado de pé esquerdo e a bola foi fácil para a defesa do goleiro Matheus Aurélio, de apenas 18 anos.

A defesa do Mirassol voltou a trabalhar na sequência, com duas bolas alçadas pelo ataque noroestino, mas os zagueiros Danilo Boza e Matheus Felipe cortaram. O Mirassol respondeu agredindo a defesa do Norusca, mas esbarrou também no goleiro Ferreira bem posicionado.

No segundo tempo, o jogo esquentou. Os times voltaram com outra atitude, jogando pra frente, criando mais oportunidade para abrir o placar. O Noroeste, com mais posse de bola, abusou dos gols perdidos. Na primeira chance de perigo, com bola na área, Romão, de frente para o gol, cabeceou para fora. Elivelton foi outro que teve chance de marcar, mas chutou para fora.

O técnico Vitor Hugo mexeu no time, colocando o atacante Wellington no lugar do camisa 10 Elivelton. Assim, o Noroeste deixou o esquema com três meias ofensivos e passou a ter dois atacantes mais próximos da área. O time ficou mais agressivo ofensivamente e passou a ter mais posse de bola no ataque. E foi na jogada de Wellington, melhor em campo na segunda etapa, a chance mais clara de gol. O atacante ligeiro fez bela jogada pela esquerda e cruzou para trás, deixando Vilson na cara do gol, mas o meia chutou na mão do goleiro Matheus Aurélio.

Vitor Hugo colocou o meia Igor Pimenta no lugar de Samuel e o substituto quase fez o gol no lance seguinte, mas esbarrou novamente no goleiro Matheus. Vilson fez o cruzamento após falta batida na direita e Igor Pimenta cabeceou bonito no canto esquerdo, mas o arqueiro do Mirassol fez um verdadeiro milagre e evitou a vitória do Noroeste. No último lance, já nos acréscimos, após escanteio do time bauruense, o zagueiro Marcelinho quase fez o suado gol da vitória, mas a bola batida de pé esquerdo não entrou.

O Noroeste volta a campo no próximo sábado, às 19h, contra o Velo Clube, em Rio Claro.


Por Bruno Freitas/Jornal da Cidade

Leia mais...

NORUSCA PERDE DA FERROVIÁRIA POR 2 A 0, FORA DE CASA

                                              
Norusca segue na sétima e última colocação da embolada classificação do grupo 1
O Noroeste sofreu a primeira derrota na Copa Paulista neste sábado (22), por 2 a 0, diante da líder Ferroviária, na Fonte Luminosa, em Araraquara. Agora, a equipe mandante soma 12 pontos em quatro jogos, com 100% de aproveitamento na competição. Já o Norusca segue na sétima e última colocação da embolada classificação do grupo 1, com três pontos. Os gols foram marcados por Renato Kayzer, aos 5 minutos do primeiro tempo, e Hygor Silva, ex-Noroeste, aos 33 minutos da etapa complementar.

Com o resultado, agora, o Norusca soma quatro jogos sem vencer e precisa buscar a reabilitação no próximo sábado, dia 29, mais uma vez fora de casa, contra o Linense. O último triunfo noroestino foi diante do Grêmio Catanduvense, por 1 a 0 em Bauru, pela Série A3 deste ano, no dia 9 de abril, penúltima rodada da competição.

A meta do Alvirrubro era buscar quatro pontos nestas duas partidas fora de casa. A missão era difícil, principalmente porque o primeiro confronto era contra a líder Ferroviária, do técnico PC de Oliveira, ex-treinador da Seleção Brasileira de Futsal.

A equipe de Araraquara foi cirurgicamente melhor. Defendeu bem quando o Noroeste estava melhor no jogo, e quando atacou, nas poucas vezes que foi com efetividade ao ataque, não desperdiçou as oportunidades de frente para o gol e garantiram a vitória diante de 971 torcedores que compareceram no estádio.

O JOGO

O Noroeste quase abriu placar aos dois minutos do primeiro tempo, quando Romão tocou para Rodrigo Tiuí dentro da área, que fez boa finta e bateu de pé esquerdo. A bola explodiu na marcação. Na sequência, a Ferroviária chegou rápido ao ataque. A defesa noroestina falhou e o atacante camisa 11, Renato Kayzer, bateu no canto esquerdo do goleiro Ferreira e abriu o placar aos 5 minutos de jogo.

Noroeste não se intimidou com o placar adverso e foi para cima, com maior posse de bola. A Ferroviária ficava fechada na marcação e saia com perigo no contra-ataque. Foi assim que quase ampliou aos 25 minutos, mas o goleiro Ferreira salvou a meta do Norusca. O Noroeste deu o troco, novamente com Rodrigo Tiuí, que quase empatou. Ele recebeu outro passe na grande área, fez belo giro de corpo e bateu de pé esquerdo. O goleiro Tadeu estava caindo para o canto oposto, mas conseguiu fazer bela defesa com a mão direita.

No segundo tempo, o técnico noroestino Vitor Hugo mexeu ofensivamente na equipe, buscando o empate. O laterais Dener e Ítalo atuaram mais avançados e o treinador promoveu as entradas do meia João Lucas no lugar do volante Deda, o atacante de beirada Wellington no lugar do meia Elivelton e o atacante Gustavo Henrique, já no final do jogo, substituiu Rodrigo Tiuí.

O Noroeste foi melhor em grande parte do segundo tempo, deixando a Ferroviária acuada, mas as finalizações do ataque do time bauruense não foram felizes. A Ferroviária foi melhor e mais efetiva. Com a entrada do atacante Hygor Silva, ex-Noroeste, o time mandante matou o jogo. Em três ataques com Hygor Silva, apesar de bem marcado, conseguiu disparar três chutes contra a meta do goleiro Ferreira. Um destes chutes, uma pancada de pé esquerdo, resultou em um golaço, acertando o ângulo do gol noroestino.

Após o término do confronto, o técnico Vitor Hugo lamentou o resultado, tendo em vista que neste grupo da Copa Paulista o Noroeste é o único time de Série A3, enfrentando adversários da Segundona e da Primeira Divisão, mas projeta recuperação nos próximos jogos.

No próximo sábado, dia 29, o Noroeste joga contra o Linense, em Lins. Depois, pega o Mirassol, dia 5 de agosto, diante de sua torcida do Estádio Alfredo de Castilho. Faltam ainda oito jogos, com 24 pontos em disputa.

Jornal da Cidade de Bauru
Felipe Blanco-Ferroviária/Divulgação


Leia mais...

NOROESTE PRESSIONA EM CASA,MAS FICA NO 0 A 0 COM O XV E PIRACICABA

Jogo foi bastante disputado, mas os ataques pararam nas defesas

Noroeste teve mais volume de jogo e pressionou o XV de Piracicaba, mas não saiu do empate semgols, nesse sábado (15) à tarde, no estádio Alfredo de Castilho. Novamente, um bom público compareceu e apoiou o Norusca, que criou mais chances de gol e melhorou em comparação ao jogo de estreia, há duas semanas, diante do Velo Clube, e também na rodada passada, quando encarou o Penapolense, fora de casa.
Se ainda não perdeu, o Alvirrubro também não sabe o que é vencer na Copa Paulista. Esta foi a terceira partida da equipe, com três empates: 1 a 1 contra Velo Clube e Penapolense, e o 0 a 0 de ontem diante dos piracicabanos, somando portanto três pontos, com dois gols marcados e dois gols sofridos.

Na próxima rodada, marcada para o meio de semana, o Noroeste folga na tabela, e em seguida terá dois jogos como visitante: no sábado, contra a Ferroviária de Araraquara, e na semana seguinte diante do Linense. O time volta a atuar em Bauru apenas na última rodada do primeiro turno, quando recebe o Mirassol, dia 5 de agosto.

No começo do primeiro tempo, o Noroeste foi superior e criou mais chances. Aos nove minutos, Rodrigo Tiuí exigiu defesa do goleiro Mateus, e no lance seguinte Ítalo bateu por cima do gol. Aos 19, foi a vez de João Lucas arriscar, por cima da meta dos visitantes. A defesa noroestina mostrou consistência, e o maior susto foi aos 31 minutos, quando o XV teve bola em profundidade e o goleiro Ferreira teve que sair da área para afastar com os pés, ao estilo Neuer (goleiro da Alemanha que de maneira habitual joga com os pés, fora da área). Aos 34, novamente ítalo arriscou para o Alvirrubro, mas mandou para fora.

No segundo tempo, o XV de Piracicaba procurou mais o ataque, e teve duas boas chances. Aos cinco minutos, Bruninho bateu para fora, e aos dez foi a vez de Léo Carvalho exigir grande defesa de Ferreira. No minuto seguinte, Thiago Felix lançou Rodrigo Tiuí, que sofreu falta, propiciando a primeira chance ao Norusca, mas os bauruenses desperdiçaram, chutando na barreira. No complemento do lance, o time da casa pediu pênalti em cima de Cleber Sousa. Os jogadores reclamaram bastante com a arbitragem, que mandou a partida seguir.

Novamente o clube visitante arriscou, com Rafael Rosa e Rafael Gomes batendo para fora e Tito chutando em cima do goleiro Ferreira. Aos 26, o Norusca tentou com Wellington, que mandou por cima do gol. Aos 31, foi a vez de Elivelton arriscar de longe, e o goleiro Mateus fez a defesa. No lance seguinte, o XV respondeu. Tito deu belo passe para Léo Carvalho, que ficou de frente para o gol, mas bateu para fora, na melhor chance quinzista. Aos 42, Ferreira ainda defendeu boa finalização de Tito. Já o Noroeste tentou chegar ao gol com chutes de Rodrigo Tiuí e Elivelton aos 44 e 49 minutos. Final de partida sem gols no Alfredão.

Mais capricho

Para o técnico Vitor Hugo, o time do Noroeste evoluiu, mas precisa melhorar nas finalizações. "Estamos fazendo um trabalho que não é a curto prazo. E houve uma evolução, do primeiro para o terceiro jogo, o time criou mais. O meio-campo ainda precisa produzir mais, e mesmo assim tivemos 14 finalizações, isso é um bom volume ao longo de 90 minutos, só que precisamos caprichar mais nas finalizações, vamos trabalhar bastante isso ao longo desta semana", destacou o treinador.

Já o zagueiro Marcelinho diz que o elenco precisa focar os próximos dois jogos, fora de casa, diante de Ferroviária (dia 22) e Linense (dia 29). "Precisamos buscar pelo menos quatro pontos para ter uma boa condição na tabela de classificação antes de virar o turno e começar os jogos do returno, pensando na classificação", avaliou.

Thiago Navarro/Jornal da Cidade

Leia mais...

NOROESTE 1 PENAPOLENSE 1

A falta de pontaria dos dois times acabou sendo preponderante para o resultado

Noroeste  e Penapolense e Noroeste empataram, por 1 a 1, na noite deste sábado, e continuam sem vencer pela Copa Paulista. A falta de pontaria dos dois times acabou sendo preponderante para o resultado no estádio Tenente Carriço, em Penápolis.

O empate manteve os dois clubes distantes da liderança do Grupo 1 da competição. O Norusca empatou os dois jogos que realizou e é o quarto colocado, com dois pontos. Quatro a menos que a líder Ferroviária. O CAP está na penúltima colocação, com um ponto.

O JOGO

O Noroeste entrou em campo disperso, apático e acabou muito pressionado nos primeiros minutos de jogo. O Penapolense conseguiu chegar ao primeiro em um lance polêmico. A arbitragem assinalou toque de mão na área de defensor do Norusca. Na cobrança, aos 23 minutos, o atacante Dimba mostrou categoria e só deslocou o goleiro.


Mesmo sem jogar bem, o time de Bauru contou com a estrela de um estreante, o atacante Rodrigo Tiuí para chegar ao empate ainda no primeiro tempo. Aos 30 minutos, o lateral Ítalo fez boa jogada pela esquerda, foi à linha de fundo e cruzou. A zaga não afastou e Tiuí só completou.
Na segunda etapa, o jogo foi mais equilibrado. O Noroeste conseguiu também imprimir seu jogo e assustar a meta do CAP. Os dois times poderiam ter saído de campo com a vitória, mas acabaram pecando nas conclusões.


O Noroeste encara o XV de Piracicaba no proximo sabado  às 16 horas, no estádio Alfredo de Castilho, em Bauru.

Futebol Interior
Foto:Junior Reche

Leia mais...